Discurso do Senador Caiado, dia 31/8, Defendendo o Impeachment

Tenho a certeza que o Brasil vai tirar algumas lições deste processo.

A primeira lição é que o presidente deve respeitar o orçamento. Não tratá-lo como peça de ficção ignorando prerrogativas do Congresso;
Que o presidente não deve avançar no dinheiro público para fazer populismo, demagogia e políticas irresponsáveis;
Que o presidente não deve avançar no dinheiro público para realizar esse populismo bolivariano promovido por Dilma e Lula;
Tiramos a lição de que o presidente não pode enganar, iludir uma população inteira realizando o maior estelionato eleitoral já visto.
Esta é, sim, uma sessão histórica. Sim, esta é uma sessão em vamos definir quem são os verdadeiros “canalhas” da política brasileira
Os “canalhas” da política brasileira são aqueles que assaltaram a Petrobras. Que se enriqueceram com dinheiro público;
“Canalhas” são aqueles que tomaram o dinheiro público para ganhar eleições. Que tiraram esse dinheiro da saúde e da educação;
“Canalhas” são aqueles que levaram o Brasil a uma situação crítica de desemprego e inflação ocultando a crise e acabando com a credibilidade do país.
Este é um momento de assepsia da política brasileira. Momento de tirar todo o tecido contaminado da política nacional;
É o momento do ressurgimento da esperança do cidadão com a política do país. Do resgate da moralidade de quem quer ver o dinheiro público respeitado;
O Brasil mandou o seu recado: todo político agora tem que ter responsabilidade com aquilo que se compromete na campanha eleitoral.

Anúncios

Senadores que Mudaram o Voto no Destaque

Veja quem são os 16 senadores que destituiram Dilma da Presidência, mas rejeitaram inabilitá-la a exercer cargos públicos:
Acir Gurgacz (PDT-RO)
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)
Cidinho Santos (PR-MT)
Cristovam Buarque (PPS-DF)
Edison Lobão (PMDB-MA)
Eduardo Braga (PMDB-AM)
Hélio José (PMDB-DF)
Jader Barbalho (PMDB-PA)
João Alberto Souza (PMDB-MA)
Raimundo Lira (PMDB-PB)
Renan Calheiros (PMDB-AL)
Roberto Rocha (PSB-MA)
Rose de Freitas (PMDB-ES)
Telmário Mota (PDT-RR)
Vicentinho Alves (PR-TO)
Wellington Fagundes (PR-MT)

Impeachment da Dilma – Votação Final no Senado

Por 61 x 20 votos Dilma sofre Impeachment. Veja como votou cada Senador:
Acir Gurgacz (PDT-RO) SIM
Aécio Neves (PSDB-MG) SIM
Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) SIM
Alvaro Dias (PV-PR) SIM
Ana Amélia (PP-RS) SIM
Angela Portela (PT-RR) NÃO
Antonio Anastasia (PSDB-MG) SIM
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) SIM
Armando Monteiro (PTB-PE) NÃO
Ataídes Oliveira (PSDB-TO) SIM
Benedito de Lira (PP-AL) SIM
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) SIM
Cidinho Santos (PR-MT) SIM
Ciro Nogueira (PP-PI) SIM
Cristovam Buarque (PPS-DF) SIM
Dalirio Beber (PSDB-SC) SIM
Dário Berger (PMDB-SC) SIM
Davi Alcolumbre (DEM-AP) SIM
Edison Lobão (PMDB-MA) SIM
Eduardo Amorim (PSC-SE) SIM
Eduardo Braga (PMDB-AM) SIM
Eduardo Lopes (PRB-RJ) SIM
Elmano Férrer (PTB-PI) NÃO
Eunício Oliveira (PMDB-CE) SIM
Fátima Bezerra (PT-RN) NÃO
Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) SIM
Fernando Collor (PTC-AL) SIM
Flexa Ribeiro (PSDB-PA) SIM
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) SIM
Gladson Cameli (PP-AC) SIM
Gleisi Hoffmann (PT-PR) NÃO
Hélio José (PMDB-DF) SIM
Humberto Costa (PT-PE) NÃO
Ivo Cassol (PP-RO) SIM
Jader Barbalho (PMDB-PA) SIM
João Alberto Souza (PMDB-MA) SIM
João Capiberibe (PSB-AP) NÃO
Jorge Viana (PT-AC) NÃO
José Agripino (DEM-RN) SIM
José Aníbal (PSDB-SP) SIM
José Maranhão (PMDB-PB) SIM
José Medeiros (PSD-MT) SIM
José Pimentel (PT-CE) NÃO
Kátia Abreu (PMDB-TO) NÃO
Lasier Martins (PDT-RS) SIM
Lídice da Mata (PSB-BA) NÃO
Lindbergh Farias (PT-RJ) NÃO
Lúcia Vânia (PSB-GO) SIM
Magno Malta (PR-ES) SIM
Marta Suplicy (PMDB-SP) SIM
Omar Aziz (PSD-AM) SIM
Otto Alencar (PSD-BA) NÃO
Paulo Bauer (PSDB-SC) SIM
Paulo Paim (PT-RS) NÃO
Paulo Rocha (PT-PA) NÃO
Pedro Chaves (PSC-MS) SIM
Raimundo Lira (PMDB-PB) SIM
Randolfe Rodrigues (REDE-AP) NÃO
Regina Sousa (PT-PI) NÃO
Reguffe (S/PARTIDO-DF) SIM
Renan Calheiros (PMDB-AL) SIM
Ricardo Ferraço (PSDB-ES) SIM
Ricardo Franco (DEM-SE) SIM
Roberto Muniz (PP-BA) NÃO
Roberto Requião (PMDB-PR) NÃO
Roberto Rocha (PSB-MA) SIM
Romário (PSB-RJ) SIM
Romero Jucá (PMDB-RR) SIM
Ronaldo Caiado (DEM-GO) SIM
Rose de Freitas (PMDB-ES) SIM
Sérgio Petecão (PSD-AC) SIM
Simone Tebet (PMDB-MS) SIM
Tasso Jereissati (PSDB-CE) SIM
Telmário Mota (PDT-RR) SIM
Valdir Raupp (PMDB-RO) SIM
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) NÃO
Vicentinho Alves (PR-TO) SIM
Waldemir Moka (PMDB-MS) SIM
Wellington Fagundes (PR-MT) SIM
Wilder Morais (PP-GO) SIM
Zeze Perrella (PTB-MG) SIM

Dilma é Ré no Processo de Impeachment

Por 59 x 21 votos Dilma se torna ré no processo. Só falta a votação final. Veja como votou cada Senador:
Acir Gurgacz (PDT-RO)             SIM
Aécio Neves (PSDB-MG)             SIM
Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP)    SIM
Alvaro Dias (PV-PR)             SIM
Ana Amélia (PP-RS)             SIM
Angela Portela (PT-RR)             NÃO
Antonio Anastasia (PSDB-MG)        SIM
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)   SIM
Armando Monteiro (PTB-PE)         NÃO
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)         SIM
Benedito de Lira (PP-AL)         SIM
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)         SIM
Cidinho Santos (PR-MT)             SIM
Ciro Nogueira (PP-PI)            SIM
Cristovam Buarque (PPS-DF)        SIM
Dalirio Beber (PSDB-SC)            SIM
Dário Berger (PMDB-SC)            SIM
Davi Alcolumbre (DEM-AP)        SIM
Edison Lobão (PMDB-MA)            SIM
Eduardo Amorim (PSC-SE)            SIM
Eduardo Braga (PMDB-AM)            SIM
Eduardo Lopes (PRB-RJ)            SIM
Elmano Férrer (PTB-PI)            NÃO
Eunício Oliveira (PMDB-CE)        SIM
Fátima Bezerra (PT-RN)            NÃO
Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)    SIM
Fernando Collor (PTC-AL)        SIM
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)            SIM
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)        SIM
Gladson Cameli (PP-AC)            SIM
Gleisi Hoffmann (PT-PR)            NÃO
Hélio José (PMDB-DF)            SIM
Humberto Costa (PT-PE)            NÃO
Ivo Cassol (PP-RO)            SIM
Jader Barbalho (PMDB-PA)        SIM
João Alberto Souza (PMDB-MA)        SIM
João Capiberibe (PSB-AP)        NÃO
Jorge Viana (PT-AC)            NÃO
José Agripino (DEM-RN)            SIM
José Aníbal (PSDB-SP)            SIM
José Maranhão (PMDB-PB)            SIM
José Medeiros (PSD-MT)            SIM
José Pimentel (PT-CE)            NÃO
Kátia Abreu (PMDB-TO)            NÃO
Lasier Martins (PDT-RS)            SIM
Lídice da Mata (PSB-BA)            NÃO
Lindbergh Farias (PT-RJ)        NÃO
Lúcia Vânia (PSB-GO)            SIM
Magno Malta (PR-ES)            SIM
Marta Suplicy (PMDB-SP)            SIM
Omar Aziz (PSD-AM)            SIM
Otto Alencar (PSD-BA)            NÃO
Paulo Bauer (PSDB-SC)            SIM
Paulo Paim (PT-RS)            NÃO
Paulo Rocha (PT-PA)            NÃO
Pedro Chaves (PSC-MS)            SIM
Raimundo Lira (PMDB-PB)            SIM
Randolfe Rodrigues (REDE-AP)        NÃO
Regina Sousa (PT-PI)            NÃO
Reguffe (S/PARTIDO-DF)            SIM
Renan Calheiros (PMDB-AL)        —
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)        SIM
Ricardo Franco (DEM-SE)            SIM
Roberto Muniz (PP-BA)            NÃO
Roberto Requião (PMDB-PR)        NÃO
Roberto Rocha (PSB-MA)            SIM
Romário (PSB-RJ)            SIM
Romero Jucá (PMDB-RR)            SIM
Ronaldo Caiado (DEM-GO)            SIM
Rose de Freitas (PMDB-ES)        SIM
Sérgio Petecão (PSD-AC)            SIM
Simone Tebet (PMDB-MS)            SIM
Tasso Jereissati (PSDB-CE)        SIM
Telmário Mota (PDT-RR)            NÃO
Valdir Raupp (PMDB-RO)            SIM
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)        NÃO
Vicentinho Alves (PR-TO)        SIM
Waldemir Moka (PMDB-MS)            SIM
Wellington Fagundes (PR-MT)        SIM
Wilder Morais (PP-GO)            SIM
Zeze Perrella (PTB-MG)            SIM